quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Como funciona um computador?

Por: Rafael, João Joviniano, Yan e João Nuno


Cerca de 42% da população mundial possui ao menos um computador (muito provavelmente, o leitor também, já que deve estar usando-o agora mesmo para ler esse artigo). Mesmo assim, a sua chance de não fazer a menor ideia de como essa caixa mágica funciona é realmente alta. Como dizia o Hannibal, vamos por partes:

O processador
É o cérebro do computador, basicamente é a peça responsável pela potência do “entendimento” do sistema em si. Ele funciona como uma espécie de sistema de sinapses que, a partir de programações e códigos base, pode realizar diversas tarefas. Contanto que não superaqueça, é aí que entra o cooler, mas isso é outro tópico. A frequência em que o processador funciona é medida em Hz (Hertz). Essa medida também pode servir como um dado sobre o “OverAll” do funcionamento do seu Processador. Um processador 1.80Hz serve geralmente mais para trabalhos, muitas abas de navegador etc. Um processador acima de 2.10Hz já consegue rodar alguns jogos razoavelmente bons. Qualquer processador entre 2.60Hz e 3.00Hz ou acima já é mais recomendado para quem quer jogos mais pesados. Fora isso, existem coisas como memória Cachê do processador, número de Núcleos e etc, que você pode pesquisar mais tarde se quiser ter um conhecimento mais aprofundado.                                           

O Gabinete:
Gabinete é a estética do computador. É basicamente a grande caixa de metal em que as peças do seu PC vão. Sinceramente ele tecnicamente é inútil já que, caso você seja um cliente mais exigente (ou excêntrico),  você pode simplesmente montar seu PC numa caixa de vidro para deixar os componentes a mostra ou até mesmo na sua parede.




Memória RAM:
Se o Processador é o centro de processamento do PC a memória RAM é a sua principal ferramenta de trabalho. Desde aquela calculadora de diretora velha de escola que ocupa 30% da área da mesa dela até os famosos PCs da NASA utilizam memória RAM. Basicamente o processador é a capacidade de “pensamento” e a RAM é a quantidade de coisas que o PC é capaz de pensar ao mesmo tempo. Sempre quando você abre uma aba no Google Chrome ou seja lá que navegador você usa, é adicionado uma pequena quantia em Mb ou Kb ao espaço utilizável da memória RAM. Se você abre coisas demais, e essa quantia excede o limite da memória RAM, nos PCs atuais eles começam a utilizar algo chamado de “Memória virtual”. A memória Virtual é o uso do próprio disco rígido do computador (ou seja o HD) como memória RAM, esse mecanismo só existe para que o seu PC não simplesmente desligue do nada quando esse limite é alcançado, porque a memória virtual é tão lenta mais TÃO lenta que a diferença entre essa memória virtual e  a memória RAM seria como um anão sem as duas pernas numa bicicleta tentasse vencer Usain Bolt  numa corrida subindo uma ladeira. (obviamente Usain Bolt é a RAM).

Placas de Vídeo:
A placa de vídeo é basicamente um processador secundário focado, trabalhando em conjunto com as aplicações de softwares, a CPU envia informação à placa de vídeo sobre a imagem que deseja desenvolver, que então define como utilizar os pixels na tela para criar a imagem. Isso então envia aquela informação ao monitor através de um cabo e assim forma a imagem. Traduzindo... É um analisador e otimizador de imagem.

O Disco Rígido:
Podemos dizer que o disco rígido é a coluna espinhal do computador, já que é ele que faz a grande maioria das pontes e conexões entre os hardwares e ainda assim armazena toda a essência (com “essência eu quis dizer os softwares e dados virtuais”). Basicamente ele consegue armazenar sua informação a partir de um disco metálico que é muito minuciosamente “arranhado” por agulhas muito finas numa espécie de código de ranhuras. Fazendo com que depois essas ranhuras possam ser lidas e convertidas em informação.

Placa de som:
O que é uma placa de som? Bem talvez você não saiba o que é isso já que atualmente as placas de som são vendidas juntas as placas mãe e não recebem um grande foco, porém ainda sim a placa de som é uma parte bem importante dos computadores, sendo a sua função importantíssima para pessoas que gostam de ver e ouvir coisas em seus computadores. Sua função é basicamente converter os sinais de som digitais gerados pelo computador em áudio analógico que é reproduzido pelas caixas de som ou pelos fones de ouvido.

Em geral, a placa é dividida por três partes internas responsáveis pelo funcionamento. Esses são: o “Digital Sinal Processor”, responsável pelo gerenciamento dos tratamentos e efeitos como a vibração e o efeito 3D.

O Digital to Analog Converter que tem a missão de fazer a conversão das informações de áudio digital emitidas em sinal analógico para que ela possa ser ouvida e entendida.

E por fim Analog to Digital Converter que faz o trabalho inverso ao DAC (O Digital to Analog Converter) ou seja ele digitaliza os sinais analógicos emitidos pelo microfone ou qualquer instrumento musical conectado ao computador.

Placa Mãe: 
A placa mãe é a parte do computador responsável por conectar e interligar todos os componentes do computador, ou seja, processador com memória RAM, disco rígido, placa gráfica, entre outros. Além de permitir o tráfego de informação, a placa também alimenta alguns periféricos com a energia elétrica que recebe da fonte de alimentação. Computadores são sistemas que dependem do funcionamento equilibrado entre diversos componentes, e todos eles necessitam de uma placa mãe confiável para funcionar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado! Seu comentário será publicado em breve